Notícias

Provedores

10º Encontro sediou feira exclusiva a pequenos provedores de internet

10º Encontro sediou feira exclusiva a pequenos provedores de internet


 

O 10º Encontro da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid) sediou uma feira exclusiva voltada a pequenos provedores de internet. Foi possível encontrar desde a oferta de produtos e apresentação de marcas para novos clientes, até troca de contatos e contratação de serviços.

Daffeny Barreto e Bianca Lahos, da ZTT, empresa líder global em tecnologia de fibra ótica, participaram da feira pela primeira vez e destacaram os benefícios do evento: “Como a nossa sede administrativa no Brasil fica em São José dos Campos (SP) e a fábrica em Marechal Deodoro (AL) queremos cada vez mais adentrar no mercado nordestino também. A exposição da nossa marca na feira possibilita a captação de novos contatos para futuros negócios na região”.

Jefferson Signorini, da Routerbox, empresa do Paraná que é destaque no Brasil em sistemas de automação em telecomunicações, participa pela terceira vez do Encontro Nacional da Anid. Ele destaca os benefícios gerados: “É um investimento que fazemos para participar do encontro, vindo de Marialva (PR), mas o público sempre aparece em nossos estandes e pudemos efetivar diversos clientes desde que viemos da primeira vez até agora. Vale muito à pena e, assim, mostramos mais o nosso trabalho e atuação no mercado”.

Adenir Silva, da IG NET, de Camaragibe (PE) salientou: “ O Encontro Nacional da Anid é sinônimo de aprendizado e trocas de conhecimentos. Estou gostando muito. Além disso, podemos conhecer melhor as empresas, e assim, fazer aquisições futuras com novos fornecedores”.

No segundo dia do 10º Encontro da ANID, Demi Getschko, diretor-presidente do Núcleo de Informação e Comunicação do Ponto BR, fez um resgate da história da Internet no Brasil, explicou sobre os desafios da atualidade e a importância do evento também voltado para os pequenos provedores: “A Internet é uma ferramenta extremamente útil e viabiliza direitos humanos, como o acesso à informação e o direito à comunicação. É importante que os pequenos provedores despertem cada vez mais para a necessidade de um acesso de qualidade à internet, essencial para os usuários “.

A relação entre os provedores e as empresas ganha com isso: elas apresentam novidades do setor e eles podem aproveitar para contratar novos produtos, equipamentos e serviços para melhorar a infraestrutura de suas redes.