Notícias

Parceria pelo desenvolvimento

CI/UFPB discute parceria com Fundação Parque Tecnológico da PB

A direção do Centro de Informática (CI) da UFPB está dando os primeiros passos visando trabalhar em cooperação com a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba(PaqTcPB). A construção dessa parceria foi iniciada nesta quarta-feira, 15, quando o vice-diretor do CI, Lucídio Cabral, e um grupo de professores receberam a visita do professor Francisco Jaime, diretor geral da Fundação.

Durante o encontro, Francisco Jaime, que assumiu o cargo no mês passado, fez uma explanação do potencial da Fundação em áreas estratégicas como Computação e Saúde, ressaltando várias possibilidades de atuação conjunta, através do desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica que promovam maior interseção entre a academia e o setor produtivo regional e nacional.

A aproximação com a UFPB é uma das metas de sua gestão, conforme ressaltou, adiantando que o Parque Tecnológico já está credenciado junto à universidade para o apoio ao desenvolvimento de ações nas áreas de ensino, pesquisa e extensão que resultem no atendimento às demandas regionais de empresas e segmentos que alavancam a economia da Paraíba.

Lucídio Cabral e o professor Waldir Roque manifestaram a preocupação em promover uma maior integração do CI com a Fundação, para que esta atue como facilitadora e coadjuvante em projetos, assim como na intermediação entre a equipe do Centro e o setor produtivo. Ambos ressaltaram a importância de a Fundação endossar essa relação do corpo de pesquisadores do Centro com as empresas. A perspectiva é que em contatos com segmentos do comércio e indústria se obtenha um feedback sobre soluções tecnológicas que a academia pode oferecer para sanar deficiências e aprimorar o processo produtivo.

Como resultado dessa primeira reunião, a equipe do CI se comprometeu em realizar um levantamento das atividades laboratoriais, do portfólio de projetos e pesquisas e de toda a capacidade instalada para que se tenha um perfil das principais vocações do Centro. As informações irão constar em documento que será encaminhado ao Parque Tecnológico.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI